Sistemas de Elevação / Bombagem

Os artigos apresentados são alguns exemplos da gama de produtos de bombagem que temos  para aguas sujas ou limpas. Para se indicar o melhor motor teremos de estudar a situação do cliente.

SISTEMAS DE ELEVAÇÃO PARA CAVES

Sistema de elevação de 500L a 1000L.

Indicado para caves com wc e cozinhas.

A solução para águas domesticas usadas que tem de ser bombeadas para o coletor municipal, situado num nível superior.

ESTAÇÃO DE ELEVAÇÃO SIMPLES

Captação, elevação,  evacuação de todas as aguas fluviais,  usadas, efluentes industriais, áreas residenciais, pequenos aglomerados, parque de campismo, parques de estacionamento, fabricas, etc

ESTAÇÃO DE ELEVAÇÃO DUPLA

Dois motores em alternância. Indicado para aglomerados residenciais, restaurantes, hotéis, loteamentos, parques de estacionamento.

SANITA TRITURADORA

Sanita trituradora de pequenos sólidos orgânicos com bomba. Permite a ligação de um lavatório e duche

CAIXA ELEVATÓRIA

Evacua automaticamente, aguas domesticas. Eleva aguas de sanitas, lavatórios e bases  de chuveiro, SPA, etc.   Envio de catalogo por pedido por email.

 

 

 

 

DEPÓSITOS HORIZONTAIS E VERTICAIS

PARA ELEVAÇÃO DE AGUAS LIMPAS OU SUJAS, COM OU SEM GRUPO DE BOMBAGEM

Caixa ou reservatórios, com ou sem motor para evacuação de todas as aguas domesticas e industriais

 

4. Estações Elevatórias

 

Definição: conjunto das edificações, instalações e equipamentos, destinados a  abrigar, proteger, operar, controlar e manter os conjuntos elevatórios (motor- bomba) que promovem a bombagem da água. 

 

Partes componentes → as estações elevatórias são compostas de:

 

1)  sala das máquinas e dependências complementares;

2)  poço de sucção;

3)  condutas e acessórios;

4)  órgãos de manobra e de segurança

5) instrumentação

6) equipamentos elétricos;

7) dispositivos auxiliares.

 

Sala das máquinas e dependências complementares: na sala das máquinas são instalados os conjuntos elevatórios e, na maioria dos casos, os equipamentos elétricos como cabines de comando, chaves de partida e proteção dos motores, e os instrumentos para leitura de medições elétricas ou hidráulicas.

 

O dimensionamento da sala deverá ser adequado de modo que esse conjunto possa ser montado com relativa folga, permitindo a livre circulação dos operadores e a fácil realização de trabalhos de manutenção ou reparação. 

 

Sendo previsto acréscimo no número de unidades de bombeamento, deverá ser reservado espaço suficiente para a instalação das mesmas e dos dispositivos que deverão acompanhá-las.

 

A iluminação deverá ser abundante e, tanto quanto possível natural, sendo  aconselhável, por isso, a colocação de janelas amplas. Deverá haver livre circulação de ar para evitar a excessiva elevação de temperatura causada pelo

aquecimento dos motores.

 

Entre as dependências auxiliares, são consideradas indispensáveis, uma pequena sala para uso do operador e uma instalação sanitária com bacia, lavatório e chuveiro. De acordo com a importância da estação, outros compartimentos como oficina, depósito de materiais, vestiários e copa poderão ser adicionados.

 

Poço de sucção: é o compartimento de dimensões limitadas, de onde parte a  tubulação que conduz água para a bomba. 

 

Às vezes, não existe de facto um tanque com essas características pois a  tomada é feita diretamente no rio, poço, represa ou em amplo reservatório.

 

Conforme a situação do nível de água no poço de sucção em relação à boca de entrada da bomba, há dois casos a considerar:

 

 −  poço com nível de água abaixo da bomba: há uma altura de sucção a ser vencida pela bomba, necessitando a mesma ser escorvada para poder funcionar;

 

−  poço com nível de água acima da bomba: há uma carga permanente sobre a boca da bomba, que neste caso trabalha afogada.

 

Em abastecimento de água é mais comum encontrar-se o caso de poço situado abaixo da bomba. 

 

Apresenta a vantagem de se poder montar o conjunto de bombagem ao nível do terreno, ou mais acima, em ambiente claro e ao abrigo das inundações. Entretanto, devido a necessidade de escorva a operação torna-se mais trabalhosa.

 

O poço com nível de água acima da bomba exige a construção da sala das bombas em cota baixa. Encontra-se o caso de bombas de eixo vertical que são imersas no poço com acionamento feito por motor colocado diretamente acima do poço. 

 

O sistema de bombas afogadas ou semi-enterrados, para a transferência de água para reservatório elevados. Constituem desvantagens o maior custo das escavações e estruturas e o perigo de inundações na sala das bombas.

 

3)  Tubulações e órgãos acessórios → as estações elevatórias compreendem além das bombas propriamente ditas, um conjunto de

tubulações, peças especiais e órgãos acessórios.

 

 

As tubulações das casas de bombas são geralmente de ferro fundido com juntas de flange. Em se tratando de diâmetro maiores utilizam-se também tubos de aço. Além do menor peso e da elevada resistência às pressões, têm a vantagem de poderem ser confecionados com maior facilidade para quaisquer especificações e também de poderem ser cortados, soldados ou ajustados no

próprio local de montagem.

 

Os principais órgãos acessórios conectados às tubulações de uma estação elevatória são as válvulas de seccionamento, as válvulas de retenção, as válvulas de pé e os manómetros e vacuómetros.

 

As válvulas de seccionamento utilizadas em estações elevatórias são do tipo de cunha ou borboleta, flangeadas. Nas instalações normais de bomba centrífuga, a válvula é colocada na tubulação de saída ou de bombagem, imediatamente após a válvula de retenção.

 

As válvulas de retenção são dispositivos destinados a permitir a passagem da água numa só direção. São instaladas na conduta de saída para que, numa inesperada paralisação do bombeamento, o golpe causado pelo retorno da água não cause danos à bomba.

 

− Válvulas de pé são dispositivos conectadas na extremidade da conduta de aspiração em instalações de bombas não afogadas.

Assegurando a passagem da água somente em direção à bomba permitem que as condutas de sucção mantenham-se sempre cheias

mesmo quando a bomba for paralisada. Nessas condições, quando ela for novamente ligada, poderá iniciar o bombeamento sem dificuldades.

 

−  Os manómetros são conectados, respetivamente, junto à saída e à entrada da bomba, através de uma tubulação de diâmetro reduzido.

 

Obs.: A escorva é o processo de enchimento da bomba e respetiva tubulação de sucção com água. Nessa operação, a válvula de pé é indispensável, pois se ela não existisse, toda a água voltaria para o poço de sucção.

 

 

1. Generalidades

 

A maioria dos sistemas de bombagem, nos dias atuais, possuem um ou vários conjuntos de bombas, seja para bombear a água com origem na superfície, aguas potáveis, industriais, reutilizações ou de poços, furo ou ainda  aguas residuais, seja para bombear a pontos distantes ou elevados ou para repor a capacidade de adução de adutoras.

 

Os sistemas que funcionam inteiramente por gravidade escasseiam-se cada vez mais, apesar das sua vantagens:

 

a)  Sem despesas com energia;

b)  Independente de falhas e interrupções no fornecimento de energia;

c) Facilitam a operação e manutenção com a inexistência de equipamentos mecanizados;

d) Eliminam o ónus adicional representado pelo pessoal e material necessários à operação e manutenção de estações elevatórias, etc.

 

A localização das águas em cima descritas constituem obstáculos à adoção de sistemas que funcionam por gravidade. A Eco-Alcance dispõem de várias soluções, para ultrapassar as dificuldades surgidas nestes casos. 

 

Copyright © 2007-2017      Eco-Alcance Unipessoal, Lda     Reservados todos os direitos

Preços: (EUR)

Desde 384 +IVA

Não inclui transporte

(o preço é referente a uma caixa elevatória nossa referencia ECOTRIP, esta referencia só permite a ligação de uma sanita)

 

Para um valor correto do preço com entrega incluída é conveniente, fazer o pedido por email. Desta forma poderemos indicar qual o melhor produto para o seu caso, e explicar as características do nossos equipamentos.

SISTEMAS DE ELEVAÇÃO PEQUENOS

 

Estação elevatória de 80L

 

Soluções especiais

a pedido

Biox 300 / 10m (mca)

Elevação de 10m de fundo ou 100m ao cumprido. Construída em aço inox

 

Biox 400 / 12m (mca)

Elevação de 12m de fundo ou 120m ao cumprido. Construída em aço inox

 

 Altura manométrica total (M.C.A.)  → corresponde ao desnível geométrico (Hg), verificado entre os níveis da água na tomada e na chegada, acrescido de todas as perdas localizadas e por atrito que ocorrem nas peças e tubulações, quando se bomba um caudal Q.

Estas podem ser desdobradas em perdas na sucção (hfsuc) e perdas no a bombagem (hfrec).

Temos uma grande variedade  de soluções de  bombas submersíveis,  com sistemas trituradores / vortex ou caudal aberto.

Alguns exemplos em baixo:

CAIXA ELEVATÓRIA PARA SANITA SUSPENSA

Evacua automaticamente, aguas domesticas., de sanitas suspensas. Eleva aguas de sanitas, lavatórios e bases  de chuveiro, SPA, etc.   Envio de catalogo por pedido por email.

 

 

 

 

CAIXA ELEVATÓRIA PARA BASES DE CHUVEIRO

Base de chuveiro extra plana, 4.6cm, com bomba acoplada. Evacua automaticamente, aguas dos duches.   Envio de catalogo por pedido por email.

 

 

 

 

Biox 200 / 8m (mca)

Elevação de 8m de fundo ou 80m ao cumprido. Construída em aço inox