Reutilização águas cinzas

INTRODUÇÃO

 

 

A água é um recurso precioso da mãe natureza, em muitas áreas a água é cada vez mais um recurso indispensável. Á mesma escassez de água, caros tratamentos de purificação ou até mesmo o seu próprio transporte para o consumidor estão a subir de ano para ano. Se acrescentarmos ainda o aumento da procura da água, chegamos a conclusão que é fundamental pensarmos em sistemas alternativos, para amenizar esse problema.

 

 A água residual das nossas casas pode ser reaproveitada para rega e descarga nos autoclismos. É uma boa solução para as plantas. Além dos benefícios ecológicos, e a redução dos custos é outra boa razão para tratar e reutilizar a água residual das nossas habitações. Os sistemas ECOWASTEWATER da Eco-Alcance.  A qualidade da água é de boa qualidade, graças às técnicas apuradas de filtragem e conservação, a água armazenada mantém as características para que possa ser reutilizado como agua de rega ou ainda introduzidas nos autoclismos.

 

O preço da utilização da água da rede pública, têm aumentado de forma sustentável ao longo dos anos, prevendo-se esta tendência se agrave no futuro próximo. Ao deixar de utilizar água da rede pública para certas aplicações, poupa dinheiro.

 

CARACTERÍSTICAS DA  ECOWASTEWATER

 

PRODUTO TESTADO NA ESTAÇÃO PILOTO DA NOSSA REPRESENTADA CUMPRE COM O REAL DECRETO 1620/2007


A estação de reciclagem
ECOWASTEWATER é um conjunto de sistemas para o tratamento de águas residuais assimiláveis a domésticas e que permite obter água com qualidade de reutilização através da tecnologia de membranas.
O sistema cumpre com os requisitos do
Real Decreto 1620/2007, de 7 de Dezembro, que estabelece o regime jurídico de reutilização das águas tratadas.

Em caso algum se introduzirão águas pluviais ou águas não assimiláveis a domésticas no processo

SISTEMA REUTILIZADOR DE ÁGUAS CINZAS

(Duche e Lavatórios)

para os autoclismos

Para moradias, hotéis, escolas, etc.

Volume 2500L a 25.000L

Brevemente de 50L, para aplicação numa casa de banho

 

 

 

Introdução

Na nossa sociedade consumimos aproximadamente, 150 a 250 Litros de água tratada, por pessoa por dia.

Deste valor só uma pequena percentagem se destina ao consumo humano, que normalmente não é mais do que 10-15 Litros por pessoa, ou seja menos de 10%. O restante é usada para várias atividades , como lavar a roupa, chuveiros , etc. A água para consumo vem de um fornecedor, tratada e livre de contaminantes, ou pelo menos é tão pequena a existência destes, que não pode afetar significativamente a saúde humana por ingestão. Estes poluentes, genericamente, podem ser classificados por dois tipos:

 

• contaminantes microbiológicos, agentes patogénicos ou seja, para os seres humanos. A este é adicionado à água um desinfetante em quantidades suficientes para destruir os germes que levam a água antes do tratamento e deixou uma parte deste desinfetante, como uma maneira de conservar a água durante o transporte para os prédios venham a ser utilizadas . Normalmente o cloro é utilizado em estações de tratamento de água e de ozônio na água engarrafada.

• Os contaminantes químicos, ou seja, substâncias que podem estar na água, tais como certos sais minerais (nitratos, nitritos, arsénio, mercúrio, etc.), Vários pesticidas (herbicidas, inseticidas, etc.) Os elementos radioativos (césio, estrôncio, etc.) compostos orgânicos (solventes, derivados de benzeno, etc.) e muitos mais gerados pela atividade humana, desde medicamentos para fertilizantes. Algumas dessas substâncias podem causar danos à saúde em concentrações muito baixas que variam de alguns miligramas por litro para um nanogramas por litro. Os seus efeitos tóxicos podem ser imediatos, como o caso de alguns metais pesados ​​ou exibido após um longo tempo como desreguladores harmonais.

Voltando à água que flui para as casas das estações de tratamento de água, podemos estimar que cerca de outros 60% é utilizado para diferentes aplicações como poderiam ser de limpeza, higiene, rega, em geral, etc.
A maioria dessa agua  não seria necessária estritamente  para consumo humano, exceto no caso sensível de “grooming”, que parte dessa água (especialmente crianças) poderiam ser inadvertidamente ingeridos. Em toda a água que "razoavelmente" limpo, poderia ser usado para limpeza e irrigação sem a necessidade de uma purificação prévia. Em geral este tipo de águas, sem contaminação fecal, eles são frequentemente chamados de água cinza.
Finalmente
, cerca de 20-30% de água entrar em uma casa é frequentemente usada em banheiros para a eliminação de urina e fezes. Esta  água é portador de um alto grau de contaminação bacteriana, sendo patológica para seres humanos. Costumamos chamar estas águas, esgotos.

Geralmente na habitação 100% da água que entra elas, a água própria para consumo humano acaba por ser quase inteiramente utilizada em reuso de água sem processos intermediários.

As empresas prestadoras de fornecimento da agua as comunidades poderiam fornecer duas qualidades diferentes de água, imprópria para consumo humano e outra para ou autoclismos sanitários, lavagem, irrigação, etc. Isto implicaria que apenas uma pequena parte do abastecimento de água para suportar o custo elevado de tratamento de água potável. Em troca, isso levaria a uma duplicação de água de um controle rigoroso para evitar possíveis mistura ou confusão entre os dois.

A Eco-Alcance estando atenta a esta realidade, desenvolveu um sistema de reuso das aguas cinzas para os hotéis, com a finalidade de recuperar as águas dos lavatórios e duches e reutiliza-la novamente nos autoclismos. Ficha técnica disponível por email.

SISTEMA REUTILIZADOR DE ÁGUAS CINZAS

(Sanitas, duche e lavatórios)

para os autoclismos

Copyright © 2007-2017     Eco-Alcance Unipessoal, Lda     Reservados todos os direitos